Chocolates exóticos levam bacon, queijo e cerveja

Confeitarias e chocolatiers criam ovos de Páscoa que saem do tradicional e ganham ingredientes bem diferentes

Alessandra Oggioni , especial para o iG São Paulo |

Ovo de Páscoa Fleur de Sucre de chocolate branco, com coco e curry. R$ 82 (250g.). Foto: DivulgaçãoOvo de chocolate meio amargo, sal do Himalaia e cranberry da My Swiss Choco. A partir de R$ 54,90 (250g). Foto: DivulgaçãoOvo de Páscoa Fleur de Sucre de chocolate branco com wasabi e crocante de nozes. R$ 82 (250g). Foto: DivugaçãoOvo de caramelo com flor de sal, da Cau Chocolates. R$ 75 (170g). Foto: DivulgaçãoOvo de Páscoa Fleur de Sucre de chocolate ao leite com bacon. R$ 82 (250g). Foto: DivulgaçãoOvo de Páscoa Gabriela, da Galeria Chocolate, com ganache de queijo brie e laranja cristalizada R$ 75 (450g). Foto: DivulgaçãoOvo com flores cristalizadas da My Swiss Choco. A partir de R$ 54,90 (250g). Foto: DivulgaçãoOvo de Páscoa Karla, da Galeria Chocolate, com ganache de cerveja irlandesa tipo Stout. R$ 75 (450g). Foto: Divulgação

Nada de castanha, amendoim ou uva-passa. Quem gosta de sair do tradicional e se aventurar em sabores exóticos pode inovar também na Páscoa, com ovos que misturam o chocolate aos mais diferentes – e inimagináveis – ingredientes, como bacon, wasabi, queijo e até cerveja.

Fazer um ovo de Páscoa com bacon parece algo incompatível, mas não para a chef Fabiola Gouveia, da pâtisserie Fleur de Sucre, que decidiu arriscar a combinação. A ideia surgiu depois que ela conheceu uma confeitaria em Nova York que servia tiras de bacon banhadas em uma cascata de chocolate. “Com base nisso, torramos o bacon e fizemos uma espécie de crocante, que é misturado à massa do chocolate. Quando você come, parece amendoim, mas com gosto de bacon. É uma combinação que surpreende”, diz Fabiola.

Para incrementar o portfólio de produtos diferentes, a chef também criou o ovo de chocolate branco com curry e coco, além de um que leva wasabi, tempero usado principalmente na culinária japonesa. “Usamos o wasabi em quantidade pequena, porque é muito forte. A ideia é sentir um ardidinho, mas de forma leve, que atenda também ao paladar de quem não gosta de comida picante”, explica.

Outra combinação exótica é o ovo Gabriela, feito pela Galeria Chocolate, que leva ganache de queijo brie e laranja cristalizada. A aposta da marca em sabores nada comuns não para por aí. O ovo de Páscoa Karla, por exemplo, é preparado com chocolate belga amargo e ganache de cerveja irlandesa tipo Stout. Segundo o chocolatier Daniel Goldberg, a bebida dá um sabor forte ao produto, por ser escura e encorpada. “Optamos por unir a paixão dos brasileiros por chocolate e cerveja. Na degustação, é possível sentir o aroma da cerveja e o seu amargor característico”, afirma.

Chocolate com tempero
Apesar de causar estranheza em muita gente, outra ideia que ganhou espaço entre os chefs nesta Páscoa foi misturar o chocolate a ingredientes salgados e que geralmente são usados como temperos. A chocolatier Luciana Lobo, da Cau Chocolates, por exemplo, resolveu acrescentar flor de sal em um de seus ovos. Ela fez a combinação dos delicados cristais que se formam na superfície da água na produção do sal marinho ao caramelo, para rechear um dos produtos da linha.

Já a My Swiss Choco apostou numa combinação parecida: com um ovo que leva sal do Himalaia, um artigo nobre com tom rosado e sabor suave usado como tempero. Para quem quiser arriscar outras opções exóticas, a marca desenvolveu, ainda, o chocolate com flores cristalizadas (isso mesmo!) ou o tandoori, especiaria utilizada na culinária indiana.

Veja mais: As novidades da Páscoa 2013 

Leia tudo sobre: Páscoaovoschocolatechocolate exótico

Notícias Relacionadas


    Mais destaques

    Destaques da home iG