iG Comida- Dicas de pratos, refeições, receitas e onde comer bem

Colunistas

enhanced by Google
 

Tudo por um cafezinho

Uma prosa sobre o preferido dos brasileiros

Giuliana Bastos é jornalista na área de gastronomia. É autora do Dicionário Gastronômico Café com suas Receitas, Ed. Boccato/Gaia

Aprenda a detectar os defeitos do café

Conheça alguns dos defeitos mais comuns encontrados nos grãos de café e aprenda a preparar mocha, bebida com chocolate e leite

27/09/2011 07:00

  • Mudar o tamanho da letra:
  • A+
  • A-
Compartilhar:

Foto: Estúdio Paladar / Divulgação

Muitos grãos de café são moídos junto de pedras, paus e pedaços de vidro

Recentemente, participei de um workshop promovido pelo Ateliê do Café, em Valinhos, com o torrefador norte-americano George Howell. Um dos momentos que me marcaram no evento foi uma pergunta da premiada barista Isabela Raposeiras sobre o que era para Howell um café “limpo”. "É como uma orquestra em que se consegue sentir a música por completo e, ao mesmo tempo, identificar cada instrumento que está sendo tocado', disse ele.

Veja também: Pequeno manual do expresso caseiro

Essa experiência de beber um café limpo não acontece todo dia. Ainda mais em um mercado como o brasileiro, cheio de marcas que não se preocupam em oferecer qualidade ao consumidor. Por isso, é importante lembrar sempre de procurar cafés gourmets ou especiais,  com muito menos defeitos que os cafés tradicionais (tipo 8), que podem ter até 360 defeitos em 300 gramas.

Veja aqui alguns defeitos comuns encontrados no café

Foto: Estúdio Paladar/ Divulgação Ampliar

Mocha: para chocólatras e coffee lovers

Essa conversa pode estar parecendo muito técnica, mas não é. É uma questão séria (a meu ver, tema de saúde pública), que poucos conhecem e poucos querem abordar. Quando vamos à feira, buscamos as frutas mais maduras, frescas, sem manchas, sem pedaços comidos por bichinhos, certo? Então, com o café deveria acontecer o mesmo. Mas, quando compramos produtos torrados e moídos, não vemos como a fruta ou o grão estavam. Então o único critério para saber se o café que compramos estava podre antes de ser torrado ou não é essa classificação.

Leia também: Dossie café da manhã

E somente os tipos gourmets ou especiais podem nos proporcionar essa experiência de sentir claramente sua doçura, sua acidez, seu corpo e todos os ricos aromas que tanto nos encantam em uma xícara. E viva o café bom!

Para celebrar, brindemos com um mocha, bebida que mescla café, leite e chocolate e faz sucesso entre chocólatras e coffee lovers.

Veja a receita do mocha aqui

Curta o iG Comida no Facebook e siga no Twitter

Veja também: Aprenda a fazer capuccino cremoso como o da cafeteria

Clique aqui e aprenda a fazer bolo de iogurte rápido para acompanhar o cafezinho 

Sobre o articulista

Giuliana Bastos - giulibastos@ig.com.br - Giuliana Bastos é jornalista na área de gastronomia. É autora do Dicionário Gastronômico Café com suas Receitas, Ed. Boccato/Gaia

» Mais textos deste articulista

    Notícias Relacionadas


    Nenhum comentário. Seja o primeiro.


    Antes de escrever seu comentário, lembre-se: o iG não publica comentários ofensivos, obscenos, que vão contra a lei, que não tenham o remetente identificado ou que não tenham relação com o conteúdo comentado. Dê sua opinião com responsabilidade!




    *Campos obrigatórios

    "Seu comentário passará por moderação antes de ser publicado"

    Ver de novo