Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Como salvar desastres culinários

Quem nunca se desligou e deixou de apagar o fogo na hora certa levante a mão

Vladimir Maluf |

_CSEMBEDTYPE_=inclusion&_PAGENAME_=comida%2FMiGComponente_C%2FConteudoRelacionadoFoto&_cid_=1237535045636&_c_=MiGComponente_C

Agora que todos mantiveram as mãos bem abaixadas, lembre-se o quanto foi desesperador saber que todo o seu trabalho foi em vão. Alto lá! Bons e velhos truques de cozinha podem ser milagrosos nessas horas e salvar seu almoço. Como? Andreia Sanches, que é chef do restaurante e wine bar Prazeres do Vinho, em São Paulo, conhece alguns desses macetes e revela o que faz quando as receitas não saíram como planejada  

 

Feijão com cheiro desagradável
Descobriu que o feijão que estava ali pronto para ser aquecido está com cheirinho de velho? O primeiro passo é adicionar mais água nele. Depois, coloque sobre a panela uma forma com vinagre, deixando uma fresta entre a forma e a panela. Deixe ferver, assim o vinagre absorve o gosto e o cheiro do feijão.
 

Macarrão muito cozido
Se sua massa não passa nem perto de uma receita al dente, há uma saída. Apele para uma variação da receita. Quando ele cozinha muito, pode virar um macarrão de forno. Você junta seus ingredientes favoritos, acrescenta mais molho e coloca para gratinar.
 

Legumes há muito tempo na geladeira
Lá no fundo da geladeira está aquele saquinho esquecido com legumes.  Nada de jogar fora. Com eles, você pode fazer uma conserva, tipo antepasto. Basta grelhar os legumes e depois temperar com ervas, azeite, vinagre e sal. Essa receita é ideal para ser servida com torradas ou pães. Se forem pepinos, a melhor opção é fazer um picles. E é simples. Corte o pepino em rodelas e misture um copo de vinagre e um copo de açúcar para ferver. Esse caldo tem que cobrir todo o pepino no recipiente.
 

Legumes verdes
O cardápio está pronto, mas os legumes estão verdes. Sem problemas! Para não perder a cor, você deve cozinhá-los em água fervente com sal e, depois disso, dar um choque térmico em água com bastante gelo, ensina a chef. Depois disso, estará pronto para o consumo. Outra ideia é congelar esses legumes, caso não vá usar todos. Para descongelar, basta usar água fervente.
 

Frutas passadas
Que tal aproveitar para fazer uma geleia caseira, mais gostosa e saudável? É só acrescentar uma pequena quantidade de açúcar e água. Depois, levar ao fogo baixo até que vire uma pasta. Caso você goste, pode optar por deixar alguns pedaços da fruta aparentes. E ela dá uma dica importante: cozinhe em fogo baixo para evitar queimaduras.
 

Frutas verdes
Está contando com algumas frutas para uma receita e elas fizeram o favor de não amadurecer? Acelere o processo. Minha sugestão é colocá-las numa sacola de plástico bem fechada. Ou então você pode deixar essas frutas um tempo perto das bananas, pois elas provocam o amadurecimento precoce.

 

Abacaxi azedo
Difícil saber antes de descasca se seu abacaxi está ou não docinho. A ideia da chef para o caso de não estar é bem simples. Corte em fatias, salpique açúcar e dê uma passada em uma panela ao fogo, para formar um tipo de caramelização. Adoça e disfarça o ácido.
 

Arroz queimado
Quanto antes você perceber, melhor. Assim que descobrir o desastre, coloque água fria em uma fôrma e deixe a base da panela dentro dela até que esfrie. Assim, você paralisa o cozimento e pode aproveitar a parte superior, antes que o cheiro e gosto ruins tomem conta de toda a panela.
 

Carne muito assada
Para as carnes que por descuido foram muito assadas e estão ressecadas, é fácil. Corte-a em tiras bem finas e faça um molho ou um cozido. A receita pode ser servida de várias formas: com massas, arroz ou pães. E você pode adicionar legumes, ensina ela que diz que a mesma dica vale para aquelas carnes que sobraram da refeição anterior, e também já não estão molhadinhas.
 

Feijão salgado
Não percebeu e salgou demais? Coloque uma batata inteira e descascada no feijão e mais água. Deixe ferver até que a batata esteja cozida por inteiro, sem que desmanche. Depois é só retirar a batata. É importante verificar se o feijão continua temperado, pois, às vezes, a batata absorve tudo.


Leia mais sobre: culinária

Leia tudo sobre: cozinhacozinharculináriadesastre

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG